Arte à Vista: um presente dos alunos do Instituto de Cegos Padre Chico e do FIAM-FAAM para a cidade!

entregaglobaldaysemkt

E não é que podemos fazer arte pública¹ coletiva por meio da integração e do exercício da solidariedade² para o bem comum?  

Alunos do curso fundamental do Instituto de Cegos Padre Chico utilizaram as aulas de Educação Artística para criar desenhos tridimensionais inspirados pelas Paralimpíadas que ocorreram no Rio de Janeiro em 2016.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Com tampinhas de garrafa e palitos de sorvete, as crianças e adolescentes produziram mais de uma centena de propostas em alto relevo que foram encaminhadas ao D!Lab – escritório de criação e inovação do curso de Design de Interiores.

Este slideshow necessita de JavaScript.

No ritmo de uma maratona, dezenas de alunos prepararam a argila – amassaram e formataram em moldes de 15cm x 15cm para receber e estampar a arte das crianças agora, em baixo relevo.

Numa próxima etapa, as placas foram encaminhadas para os fornos que ficam na Oficina de Modelos localizada na Rua Dona Júlia, Vila Mariana. Mesmo a transferência realizada nos automóveis dos professores foi um desafio pois 180 azulejos ocupam muito, muito espaço e são pesados: 150kg!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Enquanto as placas cerâmicas eram queimadas nos fornos da oficina, duas outras ações ocorriam concomitantemente: a criação do projeto do mural pelos professores e alunos do curso de Design Gráfico que cobriu as empenas cegas dos muros do campus.

Este slideshow necessita de JavaScript.

AS PEÇAS CERÂMICAS ESTÃO PRONTAS!!!!!!!!!!!!

HORA DE FIXAR NO MURO!!!!!!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Próxima etapa – construir um Lounge Urbano: no mais autêntico DIY & tactical urbanism, foi organizada a “Sala na Cidade” – proposta inovadora que pretende disseminar a criação de lounges urbanos espalhados pela cidade, ou ainda, lugares de estar públicos construídos em sobras de sistemas viários. Alunos do CST Design de Interiores e Design Gráfico produziram de forma criativa o layout de um ambiente leve e descontraído para acolher não só os moradores da região bem como toda e qualquer pessoa que queira ler o seu jornal, tomar um lanche à sombra da árvore ou conversar entre amigos. por se tratar de intervenção DIY, o processo durou cerca de 4 horas para a instalação. A sala recebeu mesas, bancos (criados em concreto pelos alunos do curso de arquitetura e urbanismo), vasos e tapetes.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Ao final, crianças com baixa ou nenhuma visão juntamente com nossos alunos, deram um show de cidadania. Tintas, cerâmicas, concreto e alegria contagiante impactaram positivamente o lugar antes inexpressivo. Durante o processo de construção do local, vizinhos e residentes observavam curiosos as ações. Plantando flores nos vasos espalhados nas calçadas ou sentando-se nos bancos recém instalados, moradores dos prédios vizinhos começaram a utilizar a sala de estar e a observar a arte dos muros como algo aconchegante e familiar.

A partir de ações voluntárias, os centros universitários FMU e FIAM-FAAM assumem postura proativa apresentando-se como protagonistas em ações que pretendem mudar a realidade em que se inserem. Por meio de seus comportamentos e ações, colaboram na promoção do bem-estar de seu público interno e externo beneficiando a coletividade e a cidade.

Programa Ressoar – Matéria da ação na Record News

EQUIPE DE VOLUNTÁRIOS

Coordenação Geral das ações
Helena Degreas (viciada em voluntariado)

Instituto Padre Chico – Colégio Vicentino Padre Chico
Profª Ana Maria Pirez Alvarez (Diretora Geral – agradecimentos pelo apoio e por ter acreditado nessa ideia)
Profª Ana Maria Diniz Rosalini (Coordenação pedagógica e voluntária também como colaboradora na criação dos desenhos pelas crianças)
Profª Izabel Cristina Dias Bertevelli (Coordenadora de Arte e Cultura responsável pela realização dos cerca de 200 desenhos em baixo relevo  pelas crianças)

CST Design de Interiores
Adriana Valli Mendonça (coordenação do curso e ações); Lilian Regina Oliveira (coordenação DLab!); Cidomar Biancardi Filho (CCERS – núcleo: Memória Cultural e Produção Artística); Elton Monezi, Rafael Jun Mabe, José Antônio Correa

CST Design Gráfico
Virginia Bertomeu (coordenação do curso e ações); Euclides A. Santos – projeto Gráfico de cartazes e mkt para divulgação; Rodrigo Kiko ( Arte gráfica do mural e responsável pelas ações com os alunos) ; Prof. João (responsável pela queima lenta e cuidadosa das cerâmicas – cerca de 20 horas de trabalho, muito, muito trabalho…)

Arquitetura e Urbanismo
Prof. Ricardo Granata (Mobiliário Urbano para a disciplina Laboratório de Tecnologia em 2015); alunos: Érika Lima Lopes, Rafael Paschoalini, Heitor Dias.

Fundação Dorina Nowill Para Cegos
Luiz Defendi, psicólogo e coordenador do Setor de Empregabilidade da Fundação Dorina Nowill para Cegos
Sr. José Cláudio da Rocha e Silva, voluntário

Voluntários Moradores
Juliana Válio e Eduardo Kosh pelo super apoio!!!

Subprefeitura Vila Mariana
Sr. Paulo Pandjiarjian (chefe de gabinete)

Apoio, patrocínios e parcerias
Lukscolor
Chacurfilho Advogados Associados

1

5
1 Os alunos consideraram o conceito de Arte Pública Coletiva produção artística realizada fora dos espaços tradicionalmente dedicados a ela tais como museus, galerias e outros. trata-se de interferência artística em espaços públicos, que modifica a paisagem do entorno, é acessível e, nesse caso, tem caráter duradouro. Nele, os alunos e professores voluntários exploraram o espaço urbano como local para o exercício da cidadania ativa manifestando sua vontade de requalificação de uma área residual de sistema viário (calçada e esquina mal ajambrada) com a participação do público local e outras entidades envolvidas no mais autêntico estilo DIY – Do It Yourself ou ainda, Urbanismo Tático. Os artistas nesse caso foram todos os envolvidos no processo de execução da obra de arte coletiva.
2. Por meio da ajuda altruísta e desinteressada, uma sociedade mostra-se desenvolvida à medida que trabalha de forma constante para defender os direitos dos grupos mais vulneráveis, fazendo frente às injustiças sociais.

Active Design & Projetos Urbanos: promovendo espaços públicos para a mobilidade à pé – experiências do escritório modelo de arquitetura e urbanismo

Neste semestre, o escritório modelo do curso de arquitetura e urbanismo  desenvolveu uma série de diagnósticos (etapa 1) utilizando os conceitos Active Design e Observações Urbanas (Jan Gehl) ao longo dos meses de setembro e outubro. Ainda em outubro com finalização em novembro, serão realizadas propostas de projetos (etapa 2) inspiradas no concurso público Áreas 40 promovido pela Prefeitura do Município de São Paulo e que premiou projetos que buscavam a convivência pacífica e segura (reduzindo acidentes e atropelamentos por meio do projeto urbano) entre a mobilidade motorizada e não motorizada (pedestres, ciclistas e outros) nas ruas de São Paulo.

Com o apoio da organização social Cidade Ativa, foi realizado um workshop que teve por objetivo apresentar as ferramentas e instrumentos para a realização de pesquisas (Safari Urbano, medições geométricas, painéis interativos) bem como os diagnósticos das áreas de estudo. O resultado da primeira etapa encontra-se disponibilizado nesse post.

Os projetos deverão atender aos princípios de projeto para Cidades Seguras que objetivam a promoção de espaços públicos destinados à caminhabilidade do cidadão e também que atendam às necessidades de segurança para a mobilidade não motorizada.

As ações desenvolvidas são parte do Projeto de Pesquisa Sistemas de Espaços Livres: projeto, produção e gestão do espaço urbano do Programa de Mestrado Profissional em Urbanismo do FIAM-FAAM Centro Universitário em parceria com a organização social Cidade Ativa.

Em 19 de novembro de 2016, alguns dos diagnósticos desenvolvidos foram apresentados no XII Encontro Científico e de Iniciação Científica . A programação com o nome dos participantes e seus trabalhos encontra-se aqui.

Equipe 1

Diagnóstico

Apresentação  XII Encontro Científico e de Iniciação Científica
anhembi-ic-1

Etapa 2: apresentação final da proposta para a 
Rafaella Basile e Mariana Wandarti – Cidade Ativa

ap1

Diagnóstico da Rua Taguá, SP realizado pelos alunos do escritório modelo do curso de arquitetura e urbanismo Erika Lima Lopes, Rafaella Ayumi Kaneko e Vitor Manabe Zadra sob orientação da Profª Drª Helena Degreas utilizando o Active Design para desenvolvimento de projetos urbanos. O trabalho é parte do Projeto de Pesquisa Sistemas de Espaços Livres: projeto, produção e gestão do espaço urbano do FIAM-FAAM Centro Universitário em parceria com a organização social Cidade Ativa.

em_prancha_tagua-1

Prancha_Completa

Equipe 2 – etapa diagnóstico



Aplicação dos instrumentos de análise do Active Design de Observação Urbana (Jan Gehl) para a realização de projetos urbanos com foco em mobilidade não motorizada do ambiente urbano. Pesquisa realizada em parceria com a OnG Cidade Ativa para a Rua 25 de março, SP. A equipe: Maira Brigitte Moraes Pelissari (5651891), Ariadne Silva de Souza (6299937) e Adriano Andrade dos Santos Lopes Araujo (832207).

Apresentação  XII Encontro Científico e de Iniciação Científica 

2

Etapa 2: apresentação final da proposta para a 
Rafaella Basile e Mariana Wandarti – Cidade Ativa

1

Prancha Completa

Equipe 3

Diagnóstico

Análise e diagnóstico da Avenida Deputado Cantídio Sampaio junto à intersecção com a Avenida Fernando Mendes de Almeida, bairro do Jaraguá na cidade de São Paulo, apresentado ao Escritório Modelo do curso de Arquitetura e Urbanismo do FIAM-FAAM Centro Universitário sob orientação da Profª Drª Helena Degreas utilizando o Active Design para desenvolvimento de projetos urbanos. O trabalho é parte do Projeto de Pesquisa Sistemas de Espaços Livres: projeto, produção e gestão do espaço urbano do FIAM-FAAM Centro Universitário em parceria com a organização social Cidade Ativa. Alunos: Ligia Frediani da Silva, Kristie Yuka Yokoyama, Renan F. Ribeiro Zupelli, Wagner Godoy

Equipe 4

Diagnóstico

Diagnóstico da Rua Agostinho Rodrigues Filho, SP realizado pelos alunos do escritório modelo do curso de arquitetura e urbanismo Ana Paula Gusmão, Fernanda Jimenez, Marcella Crosato e Priscila Ibacache sob orientação da Profª Drª Helena Degreas utilizando o Active Design para desenvolvimento de projetos urbanos. O trabalho é parte do Projeto de Pesquisa Sistemas de Espaços Livres: projeto, produção e gestão do espaço urbano do FIAM-FAAM Centro Universitário em parceria com a organização social Cidade Ativa.

Apresentação  XII Encontro Científico e de Iniciação Científica 

2

Etapa 2: apresentação final da proposta para a 
Rafaella Basile e Mariana Wandarti – Cidade Ativa

1

Proposta Final

3

Prancha Completa

Equipe 5 

Diagnóstico

Análise e diagnóstico de área residual viária localizada à Rua Dona Júlia com Av. Noé de Azevedo, bairro Vila Mariana na cidade de São Paulo, apresentado ao Escritório Modelo do curso de Arquitetura e Urbanismo do FIAM-FAAM Centro Universitário sob orientação da Profª Drª Helena Degreas utilizando o Active Design para desenvolvimento de projetos urbanos. O trabalho é parte do Projeto de Pesquisa Sistemas de Espaços Livres: projeto, produção e gestão do espaço urbano do FIAM-FAAM Centro Universitário em parceria com a organização social Cidade Ativa. Alunos: Antonio Andre Marques Recacho, Amanda Messias Bernardes de Oliveira, Beatriz Stein, Byanca Velasco Alves, Délio Durvalino Moraes, Frederico Fernandes

Etapa 2: apresentação final da proposta para a 
Rafaella Basile e Mariana Wandarti – Cidade Ativa

5

Prancha Completa

Equipe 6

Diagnóstico

Diagnóstico da área de canteiro central localizada entre a Rua Domingos de Morais e a Avenida Professor Noé de Azevedo, SP realizado pelos alunos do escritório modelo do curso de arquitetura e urbanismo Amanda Abreu, Rafael Prado, Carolina Dias Gloeden, Vinicius Zoia, Guilherme Menegatti e Leonardo Baciga Menotti sob orientação da Profª Drª Helena Degreas utilizando o Active Design para desenvolvimento de projetos urbanos. O trabalho é parte do Projeto de Pesquisa Sistemas de Espaços Livres: projeto, produção e gestão do espaço urbano do FIAM-FAAM Centro Universitário em parceria com a organização social Cidade Ativa.

Etapa 2: apresentação final da proposta para a 
Rafaella Basile e Mariana Wandarti – Cidade Ativa

6

Prancha Completa entregue

fonte:
Degreas, H.N. Active Design & Projetos Urbanos: promovendo espaços públicos para a mobilidade à pé – experiências do escritório modelo de arquitetura e urbanismo. Disponível: https://helenadegreas.wordpress.com/2016/10/26/active-design-projetos-urbanos-promovendo-espacos-publicos-para-a-mobilidade-a-pe-experiencias-do-escritorio-modelo-de-arquitetura-e-urbanismo/ Acesso: 27.10.2016

FMU Architecture Students Win Albert Einstein Hospital Contest

Gestão do Território Histórico Não Monumental: setor Leste – Arco Tietê-Belenzinho

Disciplina: Laboratório de Arquitetura e Urbanismo
Professor responsável:  Maria Albertina Jorge Carvalho
Cliente: Atelier Ensaios Urbanos
E
quipe permanente:
Márcia Ramos Pascowitch, Priscila Souza Gyenge, Rubia da Cruz Moura
Equipe com participação parcial:
Amanda Schiassi, Andre Felipe Kruger, Carolina Aptekemann Bonifácio, Isac Bernardo Silva, Oscar Felizardo Escudero, Taina Lopes Conduro.
Colaboração da equipe de alunos do mestrado:
sistematização de daos: Profª Paula Katakura, alunos Carlos Américo Kogl, José Pacheco Neto, Lillian Kristina Sales Amin, Priscila Goya Ramos.
Colaboração das equipes do Curso de Comunicação e Curso Radio-TV: vídeo: Profª Cyntia Gomes Calhado, alunos Juan Carlos Chavez Huanca, Karla Priscila Vieira da Silva, Luciano Rodrigues Cordeiro, Luiz Henrique Marzola.
Agradecimentos a todas as equipes que vem estudando o setor desde 2010 em especial às Professora Jenny Zoila Baldiviezo Perez e Márcio da C. Pereira.

Atelier Ensaios Urbanos FIAMFAAM P1
Ateiler Ensaios Urbanos FIAMFAAM P2
Ateiler Ensaios Urbanos FIAMFAAM P3

 

 

 

 

Os números de 2014

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2014 deste blog.

Aqui está um resumo:

A sala de concertos em Sydney, Opera House tem lugar para 2.700 pessoas. Este blog foi visto por cerca de 18.000 vezes em Se fosse um show na Opera House, levaria cerca de 7 shows lotados para que muitas pessoas pudessem vê-lo.

Clique aqui para ver o relatório completo

Concurso Projetar.org – Escolas do Brasil – Bruna e Barbara

Concurso promovido pelo site de arquitetura Projetar.org, com intuito de propor um modelo de Escola padrão.

Dos 60 trabalhos expostos no site, oriundos de todas as instituições de ensino de Arquitetura do Brasil, 2 são de alunos nossos do FIAM-FAAM. (link para o outro trabalho aqui)

Autores: Bruna Silvestre e Barbara Haline. (Abril 2014)

Concurso Projetar - Bruna e BarbaraOrientador: Prof. Marcelo Sbarra

 

Concurso Projetar.org – Escolas do Brasil – Jaciane, Natalia, Sonia e Tamires

Concurso promovido pelo site de arquitetura Projetar.org, com intuito de propor um modelo de Escola padrão.

Dos 60 trabalhos expostos no site, oriundos de todas as instituições de ensino de Arquitetura do Brasil, 2 são de alunos nossos do FIAM-FAAM. (link para o outro trabalho aqui)

Autores: Bruna Silvestre e Barbara Haline. (Abril 2014)

Concurso Projetar - Jaciane, Natalia, Sonia e Tamires

Orientação: Prof. Marcelo Sbarra